quarta-feira, 20 de maio de 2015

LEMBRANÇAS

Tu me amaste por algum tempo...
E neste tempo eu fui feliz;
E neste tempo eu quis sonhar,
E neste sonho eu quis viver,
E nesta vida eu quis vencer,
E da vitória não acordar...

Tu me quiseste por alguns meses...
E nestes meses eu fui feliz;
E nestes meses eu quis te amar,
E este amar eu quis eterno,
E a eternidade eu quis criar,
E a fiz pura no frio do inverno.

Desejaste-me por alguns dias...
E nestes dias eu fui feliz;
E nestes dias eu quis ser tua,
E sendo tua eu quis ser louca,
E sendo louca beijei tua boca,
E te beijando eu me entreguei.

Me dominaste por uma noite...
E nesta noite eu fui feliz;
E nesta noite me vi mulher,
Me vi tua deusa, tua rainha.
Da tua carne fui criação,
Fui tua Eva, fui Afrodite, fui teu amor...

Me abandonaste pela manhã...
Nesta manhã fui infeliz;
E nesta manhã eu quis morrer,
E desta morte não acordar,
E neste sono te esquecer,
E esquecer que eu soube amar.

Me abandonaste eternamente...
E na eternidade te esquecerei,
E no esquecimento não vou sofrer,
Não vou chorar por um qualquer,
Eu tenho forças, eu sou mulher,
A solidão... Eu vou vencer.